2 Infância Perdida: Vaidade Precoce


   
A criançada está cada vez mais precoce. A busca pela beleza começa a interessar inclusive aos baixinhos que treinam para ser gente grande. Unhas pintadas, maquiagem, cortes e mechas no cabelo são os novos "brinquedos", mas precisam ser monitorados pelos pais. Meninas de 5 e 7 anos freqüentam salões de beleza, usam rímel e batom rosa. Lojas têm recebido linhas específicas para o público infantil, garotas se espelham no que as mães usam.
   
É preciso ficar atento, o uso de cosméticos em crianças pode ser perigoso, mesmo que os produtos sejam especialmente desenvolvidos para eles. Devem ser evitados cosméticos que podem causar alergias, pois a criança tem a pele mais sensível é vulnerável a alguns componentes.
   
Os hidratantes, sejam específicos para crianças ou não, devem ser usados somente com recomendação médica. Dificilmente os neutros causam alguma reação alérgica. Entretanto, quando se trata de bebês e crianças, que têm a imunidade mais baixa e a pele mais sensível, o risco de reação é maior. Portanto, é essencial conhecer cada ingrediente que faz parte da composição do produto.

Para as meninas o problema pode ser ainda maior. O uso de sandálias e sapatos com salto alto pode afetar a coluna.  Em período de desenvolvimento a criança deve evitar esse tipo de calçado para não comprometer a saúde óssea.
   
Crianças não devem utilizar esmaltes de adultos, somente esmaltes infantis e com registro na Vigilância Sanitária que são à base de água e devem ser removidos sem o uso de acetona.
   
Para ter os cabelos lisos, a escova progressiva é a preferida dos jovens. Mas o formol, uma das substâncias utilizadas no tratamento, representa perigo. O couro cabeludo, por ser mais sensível, ainda pode desenvolver dermatite seborréica, queda de cabelo, ressecamento, ardência, além de irritação nos olhos. Crianças têm mais chances de desenvolver problemas que os adultos, já que a imunidade não é tão forte. Tratamentos químicos não devem ser feitos antes dos 16 anos.
    
Cada vez mais, meninas dos cinco aos doze anos se maquiam diariamente. A maioria utiliza produtos da mãe que são indicados para peles adultas. Por mais que os cosméticos passem por evoluções, diminuindo a possibilidade de alergias. Nesta fase da vida, a pele está em constante transformação e o uso precoce destes produtos pode provocar sérias alergias em forma de coceiras e vermelhidão. 
   
Outro problema dessa utilização indevida da maquiagem é o fato das crianças não terem o cuidado e a preocupação de remover o make que tapa os poros e impede a respiração correta da derme. A médio e longo prazo, a pele poderá desenvolver acne cosmética, antecipando um quadro que só deveria ter início na adolescência, com os primeiros ciclos menstruais.
   
Impedir que as filhas se maquiem é difícil para os pais, mas regular a quantidade de vezes que isso acontece é essencial para a saúde da pele. Batons à base de frutas e do tipo gloss podem ser utilizados, pois apresentam pouca durabilidade quando aplicados e suas fórmulas são mais leves e menos irritativas. 

A maquiagem infantil é um assunto pouco explorado no que se refere a complicações futuras. Mesmo em pequenas quantidades, as substâncias básicas da maquiagem são mais facilmente absorvidas, o que pode causar alergias a longo prazo.
   
Acho que há tempo para tudo, nossas crianças devem aproveitar a vida e acompanhar seu processo de formação de forma correta. Elas têm que ser orientadas tanto nas escolas quanto pelos pais que principalmente darão o complemento em sua formação. Na minha opinião, os pais deveriam se preocupar mais quanto ao comportamento de seus filhos. Hoje nossas crianças estão se tornando um projeto de adultos em “miniatura”, e o pior de tudo isso é que os próprios pais ficam deslumbrados e felizes com algumas atitudes, a criança não tem discernimento para saber o que é bom ou ruim para ela, isso depende somente dos pais.
   
Eu escolhi pra ilustrar o problema de se jogar fora a infância o Filme Aos Treze.
   
É um filme de adolescentes, nesse caso, a protagonista é Tracy, uma menina de 13 anos. Tracy é fascinada por uma garota da mesma idade com quem estuda, a popular Evie Zamora. Na tentativa de se aproximar e fazer amizade, Tracy joga fora os ursinhos de pelúcia e descobre os piercings. Ela aprende a se maquiar, a se vestir, a ser sexy. Acontece que, quanto mais Tracy entra na vida adulta prematuramente, maiores são os riscos. Ela se distancia da mãe, começa a matar aulas e se envolver com coisas bem ruins.

2 comentários :

  1. Eu não me considero careta, mas acho que tudo tem seu tempo e acho errado crianças com maquiagem e salto, criança tem que ser criança. Ainda bem que eu não tenho este problema, pois tenho 2 guris. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo plenamente! criança é criança. vaidade é coisa pra adulto. claro que há a vaidade infantil, mas que não deve ser nem a metade de um adulto! essas coisas devem vir com o tempo, entrando na adolescência, descobrindo aos poucos! aff! pode me chamar de careta, sou contra crianças que bancam as adultas!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Beauty Rock © - Todos os direitos reservados. Design por Adália Sá . Tecnologia do Blogger