3 Jeito Gótico de Ser


  
Definir os Góticos para um leigo é deveras complicado. A sociedade atual considera erroneamente que todo o roqueiro que se veste de preto é Gótico, assim como considera o Goticismo uma rebeldia adolescente. Por fim, não sou gótica e não estou aqui para dar a minha opinião do assunto e sim para mostrar um pouquinho desse movimento.

A subcultura gótica clássica teve início no Reino Unido durante o final da década de 1970 e início da década de 1980, derivado também do gênero pós-punk. A música punk dava seus últimos suspiros enquanto esta mutação sombria e introspectiva ganhava impulso. Bandas como The Damned, Bauhaus, e Siouxsie and the Banshees caracterizam a primeira geração. Essas bandas foram chamadas de góticas posteriormente, mas a maioria não se considerava gótica na época. Há muita dúvida sobre quem cunhou o termo “gótico" e como ele foi vinculado a esta música dark. A imprensa musical britânica parece ter sido a maior responsável pela disseminação do rótulo.
   
A subcultura gótica abrange um estilo de vida, estando ela associada diretamente a musica, a estética alternativa e uma certa bagagem filosófica e literária. A cultura é composta de indivíduos de posturas incomuns com uma insaciável curiosidade pela cultura, intelectuais e socialmente pouco aceitos na expressão de sua arte e de si mesmos, demonstrando assim seu desencanto do mesmismo da sociedade moderna. 

Quanto a se vestir de preto uns adotaram apenas por gostar da cor, outros por se identificarem com o clima que ela proporciona, também só para chocar com o impacto visual e representar seus sentimentos... Como nos últimos séculos o preto tem sido utilizado como a cor de respeito aos mortos, muitos outros começaram a usá-la e se tornou uma característica marcante, mas góticos usam outras cores de roupas também.
   
Pelo visual que usam, é quase impossível serem vistas como pessoas normais durante o dia, tanto pelo clima quanto pela formação cultural de outros. Andar à noite também tem por si só um toque misterioso e depressivo que combina com a filosofia dos góticos.
   
 Por que essa fixação por cemitérios e pela morte? Existe uma paixão do gótico pela arte e pelo oculto. Os cemitérios possuem dois elementos que fascinam os góticos, sua arquitetura e a paz.



Os góticos geralmente são muito cultos, e lêem coisas como Dante, Byron, e Tolstoy. Também costumam assistir filmes que expressem bem o goticismo. Os góticos normalmente tem discussões espirituosas sobre a evolução da religião e seu lugar na sociedade moderna.
  
Eles gostam de coisas que a maioria das pessoas acham questionáveis, desprezíveis ou até complicadas. Eles não se encaixam como pessoas "normais", como eles mesmos dizem. Consequentemente, várias coisas são ditas e estereótipos são criados sobre góticos, os quais na maioria são falsos. É comum ouvir por aí que todo gótico é satanista, violento, drogado ou gay, o que é lamentável. Ser gótico é muito mais do que ouvir determinada banda, andar por cemitérios ou se vestir de preto.
  

 

3 comentários :

  1. Muito interessante esta postagem,é sempre bom conhecermos mais sobre os estilos de vida para nao jugarmos sem saber,o que se encontra muito hoje em dia né???

    ResponderExcluir
  2. Falou tão bem sobre o gótico,que finalmente achei uma pessoa que entenda sobre isso.
    Odeio quando olham e dizem "Ué,porque você não esta de preto hoje?Não é gótica?" u.u

    ResponderExcluir
  3. Gostei da matéria. Mas realmente nem sempre góticos querem vestir preto, e não tenho cara para andar em cemitérios.
    Gostei das considerações finais.
    A Face Obscura
    afaceobscura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Beauty Rock © - Todos os direitos reservados. Design por Adália Sá . Tecnologia do Blogger