8 Imprensa culpa games por Massacre em Realengo


     
Normalmente eu costumo ignorar os ataques sensacionalistas da imprensa, contra determinados grupos considerados "alternativos" para a sociedade. Os leitores aqui do Beauty Rock já devem estar acostumados com o clássico "Rock é coisa do Demônio" ou "Um bando de malucos de preto e drogados". Esse tipo de reação é comum e já é esperado por pessoas preconceituosas e desinformadas. A mídia sempre reforçou esse tipo de ideologia, e ao invés de mostrar o outro lado, terminam por menosprezar, tornando motivo de piada para seus espectadores.
     
Esse tipo de pensamento pode ser ignorado quando não causa grandes danos, embora ainda me ofenda bastante, pois não sou maluca, drogada e muito menos adoradora do Demônio. Mas quando eles atribuem assassinatos a certos tipos de entretenimento, não dá pra deixar passar. 
     
A imprensa anda ligando os jogos de tiro ao massacre de Realengo. Pois bem, eu assisti à toda a cobertura feita pela imprensa daquele triste incidente em que crianças perderam a vida. A cada notícia que era liberada a imprensa buscou o que motivaria um ser humano a cometer um crime tão cruel e doentio.
    
A imprensa afirma que Wellington Menezes de Oliveira, protagonista da chacina, jogava games de tiro e que os mesmos seriam responsáveis pelo massacre, já que potencializam comportamentos sociopatas. Desta forma, ignorando todos os outros possíveis motivos que ja foram citados para justificar o crime, dentre eles bullying, problemas mentais e até mesmo fanatismo religioso.
    
O fato é que a imprensa está usando isso para deturpar a imagem do jogadores, mostrando que aqueles que jogam demonstram comportamento violento podendo se tornar futuros assassinos e que os jogos devem ser retirados de circulação para proteger a sociedade de futuros massacres. Como assim? Eu sou jogadora, tenho 27 anos, sou casada e meu marido é gamer também. Isso significa que eu vou sair por aí matando todo mundo?
    
A mesma violência que eu vejo nos games que jogo, eu encontro em filmes, livros, novelas e principalmente nos noticiários. Atrás da capa de cada um dos meus jogos vem discriminado a faixa etária e o conteúdo do jogo. Agora se alguém tem o desejo de cometer atos violentos e necessita de informações, é óbvio que ele vai se interessar por esse tema e buscar o material necessário para adquirir conhecimento e inspiração. 
    
Sou gamer com muito orgulho e fico horas jogando, isso nunca alterou a minha rotina ou meu comportamento. Participo e sou leitora de vários sites de games, como o GameVício, então quer dizer que esses sites reúnem milhares de assassinos em potencial? Ridículo!
     
Essa semana eu ri bastante com as frases no twitter que demonstravam as seqüelas dos jogadores como: "Joguei tanto Metal Gear que me sinto o mestre da camuflagem quando me escondo dentro de uma caixa de papelão", "Joguei tanto RPG que quando meu filho nascer vou escolher skills pra ele" ou "Joguei tanto Super Mario World que aprendi que quando preciso de dinheiro é só bater com a cabeça em um tijolo".
     
A reportagem que potencializou essa matéria foi essa, assista e tire suas conclusões: 



Essa reportagem me lembrou da época em que o RPG e seus jogadores foram chamados de seita satânica. Chamando de " O Jogo da Morte", a imprensa atribuiu ao RPG uma série de incidentes que aconteceram no país, veja aqui.
     
Gostei bastante da resposta do jornalista Guilherme Guedes (Guilherme Gamer) que postou em seu canal oficial do Youtube um vídeo para demonstrar a sua opinião sobre a reportagem da Rede Record.


8 comentários :

  1. Ah Carla,

    É assim mesmo eles tentam culpar quem está quieto e generalizam tudo.

    Tipo, não é porque acontecem brigas em estádio de futebol que o futebol e seus torcedores devem ser tratados como marginais.

    O que eles querem é audiência e não se importam se estão ofendendo ou humilhando alguém.

    Vergonha total da Record....

    ResponderExcluir
  2. Sou jogadora também a tanto tempo, jogo games violentos mas acho que isso não têm nada a ver, se existem pessoas com problema e cabeça fraca não podemos generalizar colocando a culpa nos games, se for assim, tudo o q nos rodeia é violento, o mundo e perigoso, mas eles sempre têm que por a culpa em algo, eu assisti ontem e nao concordei
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro games, sempre joguei, nunca fui agressiva com os outros por causa disto. Tem que culpar algo, encontrar um motivo...Fala sério...

    beijinhos
    Tati

    ResponderExcluir
  4. Ameii o Post , eu tbm sou Gamer, jogo Rpg e tbm jogo Jogos de tiro e sou mãe também e quando minha filha faz algo errado eu não fico com vontade de soltar uma skill Nela , neim muito menos atirar nela , e neim em qualquer pessoa que seja , sou gamer , sou mãe , sou mulher e jogo nenhum nunca me influênciou a cometer atos Violentos , mais as pessoas estão com tanta pressa de entender a mente doente desse assassino que acatam qualquer absurdo como explicação --' Lamentável.
    Xau Gente vou ali Jogar um CS e planejar um ato terrorista ¬¬'

    ResponderExcluir
  5. Eles parecem não entender que isso só gera mais pessoas sendo discriminadas,revolta em uma minoria e etc....achar a culpado ,a causa, é chover no molhado,agora é hora de informar a população sobre o Bullying,sobre a depressão,sobre a esquizofrenia,sobre o fanatismo e evitar que assim como em outros países o ataque em si se torne recorrente e frequente..

    ResponderExcluir
  6. Adorei saber que vcs compartilham da mesma opinião que eu. Adorei os comentários!!!

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  7. Eu fico abismado como a midia esculacha os jogos violentos.
    Jogo Video Game desde criança hj tenho 21 anos tenho 3 consoles diferentes e não acreditos que games violentos influenciam .
    Ai vem GLOBO , RECORD e a PQP fazeream a cabeça de quem se influencia por TV
    pra min muitas das vezes essas coisas acontecem devido a bullings falta de acompanhamento dos pais principalmente em questao das censuras
    se um jogo tem a censura de 18 anos porque um garoto de 12 anos tem o jogo ? Isso ai tem que partir dos pais porque depois que acontece uma tragedia como essa vem a porcaria da midia pra vender jornal e revista e influenciar a cabeça de quem se leva facil entao poe a culpa nos games.
    A REAL CULPA ESTÁ É EM CASA ONDE OS PAIS NÃO TEM PRESENÇA NA VIDA DO FILHO AI SIM ESSAS COISAS ACONTECEM.
    E esta comprovado que os games estimulam o uso da memoria e raciocinio

    Aos que se levam por jornalzinho e Jornal Nacional so lamento vocês são marionetes de Midia

    Abçs
    Aos Gamers ;)

    ResponderExcluir
  8. tenho 12 anos jogo gta jogos de tiro e FPS e um pouco de RPG e nunca fui violento.Vc já pensou um cara ta andando na rua daí começar a dar chutes e socos e no final dando um Fatality?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Beauty Rock © - Todos os direitos reservados. Design por Adália Sá . Tecnologia do Blogger