12 Mais um Rock in Rio em minha Vida


   
Mais uma vez eu estava por lá, não tinha muita certeza se eu poderia ou não estar presente nessa edição mas recebi uma ótima proposta do meu trabalho para cobrir o evento. Minha saga no Rock in Rio começou no dia 24, infelizmente não posso falar muito desse dia porque cheguei bem tarde por lá e não acompanhei os shows portanto vou falar só do dia 25, ok. O dia 25 era o dia em que eu mais queria ir e com certeza a maioria de vocês, né?
  
Cheguei lá por volta de quatro da tarde, o Matanza já tinha tocado no palco Sunset e eu não vi nada e já estava no fim da apresentação do Korzus, infelizmente. Tive a oportunidade de ter acesso aos bastidores do palco Sunset (Nem curti! haha) e consegui ver o show na fila do gargarejo.


Vou começar falando do Angra, os caras tocam pra caralho. Infelizmente foram prejudicados por problemas técnicos, não sei se vocês conseguiram ouvir pela TV mas o áudio ficou esquisito em vários momentos. Outro fator que prejudicou o Angra foi a performance de Edu Falaschi que infelizmente não estava em um dia muito bom e não conseguiu acompanhar o nível da banda. E ao contrário das espectativas Tarja Turunen também não teve a mesma desenvoltura de seus tempos de Nightwish. Mas no geral o público gostou bastante do show!

Ai, o Sepultura... Nossa que dó que deu, em ver a face de nervosimo do Andreas e do Derrick com os problemas no show e o povo xingando e vaiando. Falaram até que eles não iam tocar. Enfim, eles entraram no palco e no início o som estava péssimo. Ficou mal equalizado, muito baixo mesmo e um pouco confuso.


Apesar disso o show foi ótimo e a banda mandou muito bem. E sem dúvida foram o grande destaque daquela noite no Sunset. A parceria com o surpreendente Tambours Du Bronx, foi muito bem aceita pelos fãs que já estão bem acostumados com as batucadas que o Sepultura encaixa em suas músicas. Só não gostei do fim do show com Roots, não entendi terem chamado Mike Patton para o palco. Adoro o Mike e sou realmente fã do cara e sei que eles são amigos mas foi desnecessário.

Perdi o show do Glória porque estava no Sepultura, pelo que conheço da banda eles sofrem do problema de muitas bandas nacionais, tocam muito bem mas tem letras fracas e o vocal ainda é confuso pra mim. Mas não acho que justifica o desrespeito, as vaias e jogarem coisas no palco.

Concordo plenamente que o certo era que o Sepultura estivesse no lugar deles mas a indignação devia ser com os organizadores do evento e não com a banda, não falo isso porque conheço os rapazes e eles são muito legais e sim porque é o que eu acho e pronto.


Já que também não assisti o Coheed and Cambria, vou direto pro Motorhead. A apresentação da banda foi bem clássica, a banda tem vindo bastante ao Brasil ultimamente, pra mim esse foi um dos motivos pra galera não se empolgar tanto. Também achei o som da banda um pouco baixo e o show foi bem básico apesar de muito bom, o destaque fica para o baterista Mikkey Dee que mandou muito bem.


O show do Slipknot foi muito bom apesar que eu não gosto do som, mas é inegável que eles dominam muito bem a platéia, o repertório foi muito bem construído e são bastante talentosos. Mas ouvi a molecada dizendo que foi muito "Original" o lance da bateria giratória, infelizmente isso não é novidade alguma e já foi feito diversas vezes pelo Tommy Lee, do Mötley Crüe, ok.


Não vou falar do Metallica, porque é óbvio que eu iria elogiar. Os leitores daqui estão cansados de saber do meu apreço pela banda. Mas enfim, foi meu quinto show do Metallica e o show foi memorável!



Agora vamos falar do evento...

Eu ouvi, de muita gente e já tô cansada de escutar o mesmo discurso. O povo reclamando que Rock in Rio não tem Rock, por favor, não percam o tempo de vocês! Em todos as edições o Rock era peça de colecionador, vocês sinceramente acham que ia mudar nessa edição? Já tivemos Erasmo Carlos, Ney Matogrosso, Elba Ramalho, Alceu Valença, Daniela Mercury, Britney Spears, N'Sync, Sandy e Junior... e a lista de não-rockeiros é longa gente e vem desde a primeira edição que já tem 25 anos. Como já disse antes, não percam seu tempo!

Muitas coisas me irritaram muito mais no evento do que a escalação das bandas. Começando pela forma tosca de venda de ingressos, colocaram pouquíssimos ingressos à venda e de forma muito desorganizada que deixou muitos fãs de verdade fora da festa. Isso sem contar a quantidade de ingressos distribuídas para patrocinadores, o que gerou na noite do dia 25, uma série de pessoas e principalmente artistas de novela rodando por lá, só pra comer de graça e aparecer em capa de revista.

Outra reclamação fica com a desorganização do evento. Foi ridículo o lance do transporte, um monte de gente reclamou disso na edição anterior do evento mas pensando bem, até que foi bem melhor do que esse ano. E como nem todo mundo foi educado a ponto de jogar o lixo no lixo, o Rock in Rio virou um mar de copos, papéis, capas de chuva e guimbas de cigarro. 

Em geral eu me diverti bastante nos bastidores do Rock in Rio, tive oportunidade de conversar com Capital Inicial, Sepultura, o cheiroso do Mike Patton, Korzus e o pessoal da minha equipe falou Slipknot e Motorhead, vi de pertinho grandes ídolos (como o Hetfield) e também vi muito famoso bêbado, famoso casado e muito safadinho, me decepcionei com outros ao ver que são um nojo de pessoa entre outras coisas que eu não posso falar aqui, porque o processo ia ser nervoso e não somos um blog de fofoca. Por fim, foram duas noites sem dormir e perdi meu Iphone \o/... Mas valeu muito a pena!

Mas o que me chateou bastante foi ver a briguinha imbecil pelo twitter entre os fãs de tais bandas  que se apresentaram, trocando ofensas sem sentido, sendo que estão todos no mesmo barco. Parece piada, rockeiro já é um grupo tão discriminado por todos, será que é realmente necessário tamanha babaquice, desunião e falta de respeito? Você não gosta de tal banda? Certo, mas respeite a quem gosta. E saibam que enquanto o povo estava discutindo, as bandas estavam lá no After Show se divertindo horrores todas juntas.

Beijão Galera!!!

12 comentários :

  1. Nossa parabéns pelo post Carla, mtooo beem escrito e totalmente verdadeiro, tudo q eu achei do Rock in rio neste ano e do Rock in Rio em si está perfeitamente descrito nesse post !! A desorganização pela parte dos ingressos, e a reclamação de sempre sobre não ter só rock...tbm estou cheeeia de tanto ouvir isso...

    Mais uma vez parabééns e valeeu por ter compartilhado esse dia tãão memorável conosco !!!

    Bjoooo

    ResponderExcluir
  2. Que invejinha!! Ai Carla queria tanto ver o Metallica assim de pertinhooo
    O Esper me mostrou sua foto com o Mike *-* e o Sepultura
    Acho que eu desmaiava na boa
    Adorei sua Saga
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Eu queria ter ido sabe mas também fui prejudicada pela falta de ingressos, e o pessoal que tava vendendo depois tava cobrando quase 1000 reais por ingresso. Que roubo!

    Concordo plenamente com as suas críticas as briguinha infantis de que tal banda é melhor que a outra, isso é ridículo mesmo

    Assim como reclamar que não tem rock no festival. O povo não entende que quem manda é dinheiro eles não ligam pro que os outros pensam

    Arrasou!

    ResponderExcluir
  4. Ei Carla, invejinha, queria mto bater papo com o Joey...e essa sua foto do James tá mtoooo bafo

    ResponderExcluir
  5. menina que inveja!!! como eu queria ter ido nesse dia ^^

    eu fiquei louca com os vídeos que ví do Slipknot!
    eu não gostava antes mas meu namorado me apresentou várias outras bandas de rock e desde então Slipknot tem sido minha favorita! Tem musicas que não caem muito no gosto, mas tem outras que são sensacionais!! Ouço muito na academia.. dá um pique que só! heauheuahe

    Fora que convenhamos que o vocalista... aaaaaaaaaaah o vocalista... vc chegou a ver no dia anterior ele cantando com a outra banda dele, a Stone Sour? Ai aiai aiaiai x))

    beijossssss

    http://girlstryout.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi sim o Stone Sour, pode parecer engraçado, apesar de não gostar de Slipknot mas eu gosto muito de Stone Sour.

      Excluir
  6. Eu amo Sepultura ao vivo, é uma das bandas mais fodas q eu já vi ao vivo, pena q não fui nesse dia, me arrependi.
    Apesar de ser fã de Motorhead, achei a 3ª melhor apresentação da noite, achei o Lemmy meio cansado. Mesmo assim um show foda cheio de músicas clássicas.
    Mas a noite com certeza foi do Metallica, me arrepiei toda qd tocaram Orion, muito foda o show, invejei quem tava lá!

    ResponderExcluir
  7. CARLAAAA

    O que é aquela sua foto com o Mike lá na agência??? PQP... Morri 3 vezes

    Achei que vc ia colocar aqui, ou a foto é do Rô??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As minhas fotos são do rô, tbm adorei aquela do Mike *_* Estão lá no I hate flash tbm,.

      Excluir
  8. Adorei!!!Disse tudo!!!Já fui no show do Angra e apesar de não gostar da banda, eles tocam mto bem!!!Qria mto ter visto o Elton John, Splipknot e o Motorhead!!!!
    E acho que a pior coisa desse evento (musicalmente falando) é a escolha dos artistas, não do artista em si...Eu acho que o que gostamos é de música de qualidade e artista que sabe o que ta fazendo alí em cima...Se roqueiros se acham superiores como uma moçoila que cantou lá citou por ai, porque ninguém vaiou o Elton John? A Katy Perry?A Bebel Gilberto? A Sandra de Sá? Por causa do carisma, do nível de qualidade musical do artista, não importa o genero que ele toque!Eu acho que o povo paga pra ver qualidade, não um par de pernas bonitinhas...O Carnaval já existe pra isso...
    Bjsss Bonitas.

    ResponderExcluir
  9. Sempre arrasando amore!!!

    Depois quero saber de mais detalhes ok? rs

    Bjosss
    Amanda Fernandes
    www.redapplepinups.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Embora não possa ter acompanhado e feito presença no rio,eu acompanhei as noticias e bem a mesmo realidade.Brigas entre bandas frequentemente,o fato da grande confusão que deu a falta outros artistas não rockeiros,sendo q isso sempre aconteceu.Ótimo artigo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Beauty Rock © - Todos os direitos reservados. Design por Adália Sá . Tecnologia do Blogger